Orientações relativas à saúde do viajante

Viajar envolve muitas coisas: organizar as malas, pesquisar sobre o destino, separar documentos e etc. Porém, devemos ficar atentos para as possíveis doenças existentes no local e qual a maneira de preveni-las. É muito importante que nossas vacinas estejam em dia.

Logo abaixo, você encontrará uma lista (enorme) de países que exigem vacina contra febre amarela e países onde é possível adquirir a citada febre. Mais abaixo, conterá orientações sobre outras doenças, juntamente com a sua causa/sintoma e os países onde há risco.

Vale ressaltar que a nossa Carteira de Vacinação, não vale para os outros países. É necessário irmos em algum Centro de Orientação do Viajante para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação. Clique AQUI para visualizar a lista completa dos Centros.

Febre Amarela

Os países com risco de transmissão da febre amarela são :

  • Angola
  • Argentina
  • Benin
  • Bolívia
  • Brasil
  • Burnika Faso
  • Burundi
  • Camarões
  • Chade
  • Colômbia
  • Congo
  • Costa do Marfim
  • Equador
  • Etiópia
  • Gabão
  • Gâmbia
  • Gana
  • Guiana
  • Guiana Francesa
  • Guiné
  • Guiné Equatorial
  • Guiné-Bissau
  • Libéria
  • Mali
  • Mauritânia
  • Níger
  • Nigéria
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • Quênia
  • República Centro-Africana
  • República Democrática do Congo
  • Ruanda
  • Senegal
  • Serra Leoa
  • Sudão
  • Sudão do Sul
  • Suriname
  • Tobago
  • Togo
  • Uganda
  • Venezuela

Países que requerem vacinação para febre amarela  dos viajantes que chegam de países com risco de transmissão da febre:

  • Afeganistão
  • África do Sul
  • Albânia
  • Anguilla
  • Antígua e Barbuda
  • Antilhas Neerlandesas (ou Holandesas)
  • Arábia Saudita
  • Argélia
  • Austrália
  • Bahamas
  • Bahrein
  • Bangladesh
  • Barbados
  • Belize
  • Bolívia
  • Botsuana
  • Brunei
  • Butão
  • Cabo Verde
  • Camboja
  • Cazaquistão
  • Chade
  • China
  • Coletividade de São Bartolomeu
  • Coreia do Norte
  • Costa Rica
  • Djibouti
  • Dominica
  • Egito
  • El Salvador
  • Equador
  • Eritreia
  • Etiópia
  • Fiji
  • Filipinas
  • Gâmbia
  • Gana
  • Granada
  • Guadalupe
  • Guatemala
  • Guiana
  • Guiné
  • Guiné Equatorial
  • Honduras
  • Iêmen
  • Ilha Christmas
  • ilhas Pitcairn
  •  Ilhas Salomão
  • Índia
  • Indonésia
  • Irã
  • Iraque
  • Jamaica
  • Jordânia
  • Kiribati
  • Laos
  • Lesoto
  • Líbano
  • Líbia
  • Madagascar
  • Maiote
  • Malásia
  • Maláui
  • Maldivas
  • Malta
  • Martinica
  • Maurícia
  • Mauritânia
  • México
  • Moçambique
  • Montserrat
  • Myanmar ( ou Birmânia)
  • Namíbia
  • Nauru
  • Nepal
  • Nigéria
  • Niue
  • Nova Caledónia
  • Omã
  • Papua-Nova Guiné
  • Paquistão
  • Polinésia Francesa
  • Quênia
  • Quirguistão
  • Reunião
  • Samoa
  • Santa  lúcia
  • Santa Helena
  • São  martinho
  • São Cristóvão e Névis
  • São Tomé e Príncipe
  • São Vicente e Granadinas
  • Seicheles
  • Senegal
  • Singapura
  • Somália
  • Sri lanka
  • Suazilândia
  • Sudão
  • Suriname
  • Tailândia
  • Tanzânia
  • Timor leste
  • Tobago
  • Tunísia
  • Uganda
  • Vietnã
  • Wallis e Futuna
  • Zâmbia
  • Zimbaué

Países que requerem vacinação para febre amarela de viajantes de todo países:

  • Angola
  • Benim
  • Burkina Faso
  • Burundi
  • Camarões
  • Congo
  • Costa do Marfim
  • Gabão
  • Guiana francesa
  • Guiné-Bissau
  • Libéria
  • Mali
  • Nigéria
  • Paraguai
  • República Centro-Africana
  • República Democrática do Congo
  • Ruanda
  • Serra Leoa
  • Togo

Países que incluem exigência de vacinação para febre amarela de viajantes que tenham transitado pelo aeroporto de um país com risco de transmissão da febre amarela:

  • África do Sul
  • Anguilla
  • Arábia Saudita
  • Argélia
  • Austrália
  • Bahamas
  • Bahrein
  • Barbados
  • Bolívia
  • Botsuana
  • Brunei
  • Butão
  • Cabo Verde
  • Camboja
  • China
  • Costa Rica
  • Dominica
  • Egito
  • El Salvador
  • Etiópia
  • Fiji
  • Filipinas
  • Gâmbia
  • Gana
  • Granada
  • Guadalupe
  • Guiné Equatorial
  • Honduras
  • Ilha Christmas
  • Jamaica
  • Lesoto
  • Líbano
  • Maiote
  • Malásia
  • Maláui
  • Maldivas
  • Martinica
  • Maurícia
  • México
  • Myanmar ( ou Birmânia)
  • Nova Caledónia
  • Omã
  • Paquistão
  • Polinésia Francesa
  • Quirguistão
  • Reunião
  • Samoa
  • São  martinho
  • São Tomé e Príncipe
  • Seicheles
  • Senegal
  • Singapura
  • Sri lanka
  • Tailândia
  • Tanzânia
  • Tobago
  • Wallis e Futuna
  • Zâmbia

Outras orientações específicas:

Poliomielite

É recomendado dose de reforço da vacina para os seguintes países:

  • Afeganistão
  • Camarões
  • Etiópia
  • Guiné Equatorial
  • Iraque
  • Israel
  • Nigéria
  • Paquistão
  • Somália

Malária

É uma doença transmitida pela picada de mosquitos que causa febre alta acompanhada por calafrios, suor e dor de cabeça. Se você apresentar esses sintomas até seis meses após o retorno, mesmo que tenha realizado quimioprofilaxia, informe o profissional de saúde acerca do roteiro de sua viagem. Para se proteger utilize habitações com proteção contra o mosquito, como ar-condicionado e telas de proteção nas portas e janelas, e use mosquiteiro; utilize roupas que protejam contra picadas de insetos, como mangas compridas, calças e sapatos fechados; ao utilizar repelentes lembre-se que são produtos químicos tóxicos. Leia os rótulos das embalagens antes do seu uso e evite o contato do produto com as mucosas (partes úmidas) dos olhos, nariz e boca. Em caso de exposição prolongada a mosquitos e de temperatura ambiente superior a 30°C o produto deve ser reaplicado na superfície da pele de acordo com as instruções do fabricante. São grupos de risco para formas graves da doença: não reside atualmente em área com transmissão de malária; criança menor de 5 anos, gestante, idoso; esplenectomizado ou portadoras de hiv/aids, neoplasia ou transplantado; se sua permanência no local for superior a 7 dias e inferior a 6 meses; se o local estiver situado em altitude inferior a 1000m; se a viagem ocorrer próxima ao término ou ao final da estação chuvosa; se for dormir ao ar livre, em acampamentos barcos ou em habitações precárias sem proteção contra o mosquito; se no local não tiver acesso a serviços de saúde em menos de 24 horas; se você atender uma ou mais das situações de risco acima procure um profissional de saúde para avaliar a indicação de quimioprofilaxia.

  • Afeganistão
  • África do sul
  • Angola
  • Arabia saudita
  • Argélia
  • Argentina
  • Armênia
  • Azerbaidjão
  • Bahamas
  • Bangladesh
  • Belize
  • Benim
  • Bolívia
  • Botswana
  • Brasil
  • Burkina Faso
  • Burundi
  • Butão
  • Cabo verde
  • Camarões
  • Camboja
  • Chade
  • China
  • Colômbia
  • Coreia do sul
  • Coreia do norte
  • Costa do marfim
  • Costa rica
  • Djibouti
  • Egito
  • El Salvador
  • Equador
  • Eritreia
  • Etiópia
  • Filipinas
  • Gabão
  • Gâmbia
  • Gana
  • Geórgia
  • Grécia
  • Guatemala
  • Guiana
  • Guiana Francesa
  • Guiné
  • Guiné Equatorial
  • Guiné-Bissau
  • Haiti
  • Honduras
  • Iêmen
  • Ilhas Salomão
  • Índia
  • Indonésia
  • Irã
  • Iraque
  • Jamaica
  • Laos
  • Libéria
  • Madagascar
  • Malásia
  • Malawi
  • Mali
  • Mauritânia
  • Mayotte
  • México
  • Moçambique
  • Myanmar
  • Namíbia
  • Nepal
  • Nicarágua
  • Níger
  • Nigéria
  • Panamá
  • Papua-Nova Guiné
  • Paquistão
  • Paraguai
  • Peru
  • Quênia
  • Quirguistão
  • República Centro-Africana
  • República Democrática do Congo
  • República do Congo
  • República Dominicana
  • Ruanda
  • Rússia
  • São tomé e príncipe
  • Senegal
  • Serra Leoa
  • Singapura
  • Somália
  • Sri Lanka
  • Suazilândia
  • Sudão
  • Suriname
  • Tadjiquistão
  • Tailândia
  • Tanzânia
  • Timor-Leste
  • Togo
  • Turquemenistão
  • Turquia
  • Uganda
  • Uzbequistão
  • Vanuatu
  • Venezuela
  • Vietnã
  • Zâmbia
  • Zimbábue

Síndrome Respiratória Aguda Grave associada ao Coronavírus

Aumente o cuidado com higiene das mãos. Caso apresente febre acompanhada de outro sintomas respiratórios após retornar de viagem procure um serviço de saúde e informe seu roteiro de viagem.

  • Arabia Saudita
  • Catar
  • Jordânia

Febre do Zika

Para prevenir-se da febre do Zika utilize roupas que protejam contra picadas de insetos, como mangas compridas, calças e sapatos fechados. Aplique repelente à base de DEET (N-N-Dietilmetatoluamida) nas áreas expostas da pele seguindo a orientação do fabricante. Em crianças menores de 2 anos de idade não é recomendado o uso de repelente sem orientação médica e entre 2 e 12 anos usar concentrações até 10% de DEET, no máximo três vezes ao dia.

  •  Anguille
  • Chile

Febre do Chikungunya

Para prevenir-se da febre do Chikungunya utilize roupas que protejam contra picadas de insetos, como mangas compridas, calças e sapatos fechados. Aplique repelente à base de DEET (N-N-Dietilmetatoluamida) nas áreas expostas da pele seguindo a orientação do fabricante. Em crianças menores de 2 anos de idade não é recomendado o uso de repelente sem orientação médica e entre 2 e 12 anos usar concentrações até 10% de DEET, no máximo três vezes ao dia.

  • Aruba
  • Dominica
  • Guadalupe
  • Guiana Francesa
  • Ilhas Virgens Britânicas
  • Martinica
  • Ilhas De São Martinho

Influenza

Para prevenir-se da influenza, evite contato com pessoas doentes, lave as mãos com água e sabão ou higienize-as com álcool gel várias vezes ao dia. Caso apresente os sintomas da gripe, que são febre acompanhada de tosse ou dor na garganta e dor de cabeça, procure atendimento em um serviço de saúde.

  •  China

Cólera

Intensifique os cuidados com higiene das mãos e segurança da água e alimentos consumidos. Para mais informações acesse o Guia para Alimentação Segura para Viajantes, disponível na internet no endereço http://www.who.int/entity/foodsafety/publications/consumer/travellers_portuguese.pdf Caso apresente diarreia aquosa e desidratação até 14 dias após circular por áreas afetadas, procure um serviço de saúde e informe seu roteiro de viagem.

  • Cuba
  • Gana
  • Guine
  • Haiti
  • México
  • Níger
  • República Democrática Do Congo
  • República Do Congo
  • República Dominicana
  • Serra Leoa
  • Sudão Do Sul
  • Uganda

Ebola

É uma doença rara causada por um vírus, porém com alta letalidade. O vírus pode ser transmitido aos seres humanos a partir de animais selvagens ou entre humanos através de fluidos corporais, incluindo sangue, fezes e suor. A transmissão também pode ocorrer através do contato com fluidos corporais de pessoa infectada, objetos contaminados por fluidos corporais de pessoa infectada, ou pelo corpo de pessoa falecida por Ebola. Os sintomas incluem febre, fraqueza, dor muscular, dor de cabeça e dor de garganta. Isto é seguido por vômitos, diarreia, prurido, e em alguns casos de hemorragia. Não há nenhuma vacina licenciada até o momento. O vírus Ebola é facilmente morto por sabão, água sanitária, luz solar ou secagem. Máquina de lavar roupas, que usam altas temperaturas, destroem o vírus Ebola. O Vírus Ebola sobrevive apenas um curto período de tempo em superfícies que estão expostos ao sol ou secos. Os mosquitos não transmitem a Vírus Ebola. Ebola não se transmite pelo ar como a gripe. Contato casual em locais públicos com pessoas que não apresentam sintomas não transmite Ebola. Não é necessário uso de EPI para abordagem de pessoas que somente estiveram no mesmo ambiente do caso suspeito e não apresentam sintomas. Os cuidados recomendados são: Evite o contato direto com sangue ou fluidos corporais de pessoa doente, falecidas, e com objetos possivelmente contaminado com fluidos corporais; Se você esteve nas áreas onde os casos de Ebola estão ocorrendo e sentir-se doente (febre, dor de cabeça, dores de garganta, diarreia, vômitos, dor de estômago, erupção cutânea, ou olhos vermelhos) busque atendimento médico imediatamente e informe os locais em que esteve.

  • Guiné
  • Libéria
  • Nigéria
  • Serra Leoa

Aeeeeeeeeeeee, acabou. Não é por nada não, mas esse post deu um trabalho…

saudebrasilnet.com.br

saudebrasilnet.com.br

Fontes de pesquisa:

http://www.anvisa.gov.br/

http://www.who.int/ith

13 comments to Orientações relativas à saúde do viajante

  • grupolfagviagens

    Obrigado e parabéns por essa excelente postagem! Muito útil!

    Reply
  • Thaby Souza

    Nossa, quantas doenças!
    Sempre ouvi muito sobre febre amarela e malária, mas as outras que citou não imaginava que houvesse exigência de vacinas.
    Post mara, estou tirando meu visto e é muito bom estar ciente de tudo isto!
    Obrigada 😉

    Thaby
    http://blogdathaby.WordPress.com

    Reply
    • Bruna Samuara

      Pois eu também, Thaby. Me preocupo muito com a febre amarela, mas não é só essa febre que requer atenção.
      Que maravilha!!! Boa sorte com o visto e que vc faça ótimas viagens.
      Beijo.

      Reply
  • byad

    Aposto que esse post deu um super trabalho mesmo! Mas é uma ótima informação pros viajantes 🙂 Vale lembrar que agora o Brasil também tá tendo Chikungunya!
    Beijo!

    Reply
    • Bruna Samuara

      Deu trabalho mesmo kkkkkk
      É.. segundo reportagens tanto a febre de Chikungunya quanto a de Zika já estão no Brasil, mas ainda não foi confirmado pelo Ministério da Saúde.
      Obrigada pela observação. Boa semana.
      Beijo

      Reply
  • nos2eomundo

    Muito bom!

    E, ao menos aqui pela América Central, o controle sobre a vacina da febre amarela é muito grande. Em todas as fronteiras eles ficaram atentos com isso e inclusive vimos pessoas que não puderam cruzar Panamá/Costa Rica sem ela.

    Não dá para ficar sem!

    Reply
    • Bruna Samuara

      A maioria das pessoas não dão importância às vacinas. Mesmo que o local peça a vacina, mas não esteja cobrando no momento, eu verifico se a mesma esta em dia e levo o cartão junto… nunca se sabe.
      Como vc disse: não dá pra ficar sem.
      Ótima semana à vocês. Beijo.

      Reply
  • Marcos

    Republicou isso em Balaio de Tecnologia & Variedades.

    Reply
  • […] post abaixo do blog Viagem: Na Ponta do Lápis, da amiga blogueira Bruna Samuara, é um trabalho legal de pesquisa sobre essas orientações. […]

    Reply
    • Bruna Samuara

      Obrigada pela citação.
      Ótimo texto 😀
      Boa semana. Beijos.

      Reply
  • Edna Oliveira

    Parabéns pelo post, são informações muito importantes e que geralmente não é dada a devida atenção, ficamos tão empolgados com a viagem que esse tipo de assunto passa quase despercebido. Beijos.

    Reply

Deixe uma resposta